Eu não sou modelo! - por Dani Oliveira

Sem categoria

Acho que uma das primeiras regras que aprendemos, e talvez a que mais guardamos na memória, seja que o decote em V emagrece. Ficou quase como uma lei universal. Mas você sabe o por quê? Nossos olhos tentam o tempo todo ligar pontos, é assim que ele forma as imagens, a tridimensionalidade dos objetos, eles vão de um canto ao outro e criam limites, onde começa e onde termina. Quando nós olhamos para uma pessoa, eles tentam fazer a mesma coisa. Eles olham para a nossa silhueta criando linhas horizontais, verticais e diagonais. É por aí que surge a máxima que listras horizontais engordam. Elas guiam os nossos olhos a ir de um ponto ao outro horizontalmente, criando um retângulo. Mas não queremos ter esse formato, temos cintura e diferença de tamanhos entre ombros, busto e quadril. É aí onde entra as linhas verticais e principalmente as diagonais.

Fazer com que os olhos simplesmente desçam na vertical, pode dar a sensação quase parecida das linhas horizontais. O segredo mesmo é fazer com que os olhos desçam, mas formando diagonais. E é ai onde os decotes em V entram em ação. Por si só, ele já forma duas linhas diagonais, levando o olhar para o centro e não para as extremidades. O decote alonga o pescoço, dando a impressão de comprimento maior. Os seios ficam melhores acomodados e com um pouco mais de pele a mostra, menores (além de lindos, né?). E para conseguir esse efeito não precisa que o decote seja profundo, ele só precisa ter a diagonal formada. Decotes muito grandes para quem tem seios maiores fazem exatamente o efeito “vou pular a qualquer momento”, tornando o look bem deselegante, além de desconfortável.

melho com3-001

melho com3

Look Meu

Esqueci os brincos, não lavei o cabelo porque ia suar mais tarde na aula, amarrei ele de qualquer jeito, não tirei o esmalte de piniqueira que lavou louças e ainda por cima não percebi que o sutiã aparecia em todas as fotos. Isso é glamour?! Não, é a vida real – a minha pelo menos. Mas e por que danado eu decidi tirar foto do look do dia? Porque de tanto esperar o dia perfeito, fazia muito tempo que não registrava nada. Aí ontem eu decidi dar a real e pronto, temos look do dia. Essa saia linda da Loja Prosa tinha que ser mostrada aqui no blog. Eu segui pelo estilo bem carioca do rio, com rasteiras, colares compridos e bolsa de franjas. Sem grandes formalidades. E aí vocês devem pensar : Como Dani muda de estilo! E eu respondo: Siiiiiiim! Sou praticamente uma metamorfose ambulante. A vantagem é que haverá dias que eu vou agradar mais algumas pessoas e, em outros momentos, agradarei outras. E todo mundo viverá feliz para sempre. kkkkkkkkk

Créditos | Blusa Zara | Saia Loja Prosa | Colares Old Navy | Bolsa Via Mia | Sandália Dini.

IMG_8854

IMG_8861

IMG_8849

IMG_8882

IMG_8884

 

Sem categoria

Acordei hoje com esporro de leitora (Rosinha)  e de amiga (Karla). Todas pedem pela volta do blog. Eu sei que estou bem farrapeira, mas acontece, gente. Tem períodos que o tempo fica curto e a correria fica grande. Além de um bela dose de preguiça quando finalmente aquieto o facho. Mas eu volto, saiba que eu sempre volto, e hoje é para falar dos vestidos longos – recorde de dúvidas. Muitas acham que eles achatam a silhueta, mas é o contrário. Nem sempre mostrar as pernas é a melhor solução para parecer maior. Criar um look sem recortes na cor ou estampa pode causa verdadeiros milagres. Mas como usar?

=> Escolha tecidos leves como malha, viscose, algodão ou (muito raramente) poliéster. É verão e derreter não é preciso.

=> O comprimento ideal é aquele que cobre o peito dos pés. Não precisa (e nem deve) arrastar no chão. É um saco ficar pisando nele.

=> Os lisos são versáteis, você combina com uma variedade de acessórios, mas os estampados são mais “felizes”. É verão!!!

=> As melhores sandálias são as rasteiras. Mas, para quem é pequena, eles ficam super legais com plataformas e sandálias de salto grossos. Deixe as finas para eventos mais elaborados, como casamentos.

=> Usados com tênis e bolsa de franjas, eles ganham um ar mais descolado e boho. É verão!!!

=> Misture vários colares ou várias pulseiras. Chapéu de palha dá um charme extra e ainda nos protege do sol. Eu já disse que é verão?

=> Eu não tenho muito isso de escolher estampa, uso por gosto mesmo. Mas as médias são as que melhor vestem a maioria das mulheres. Definitivamente eu não levo em consideração essa “regra”.

=> No trabalho, o look fica mais formal com um blazer leve (de linho ou viscose) ou jaqueta jeans. Cuidado com as rasteiras, elas tem que ter um ar mais arrumadinho para ir ao escritório. Fendas e decotes devem ser evitados.

Se você nunca usou, não sabe o que está perdendo. É umas das roupas que eu mais amo usar. É verão!!!!

novo novo1 novo2

 

Sem categoria

Essa coleção me trouxe algumas sensações conflitantes durante essas duas últimas semanas. De primeiro veio a expectativa, depois a decepção na pré-venda durante a São Paulo Fashion Week. Ontem voltou a curiosidade novamente e o frio na barriga de ansiedade para ver de perto a coleção. Hoje, o drama acabou e posso dizer que sem grandes emoções.

A coleção está só Ok. Olhando no geral, a cartela de cores é bem agradável aos olhos e seus tons suaves dão um certo ar classudo a coleção. Ao me aproximar, percebi que a classe acaba nas cores. Eu achei bem sofrível a maioria dos acabamentos e tecidos. As peças feitas em poliéster eram mal feitas e as costuras engelhavam demais. A parte de malharia e algumas peças em viscose podem ser consideradas o diferencial da coleção, inclusive no acabamento. Mas só!

IMG_2022.JPG
Esse vestido é feito de uma malha super boa, mas como toda a coleção, só chegou dele até o 44 e, apesar da foto não mostrar, ele acabou marcando muito. Mas o detalhe em strass na gola deixou ele bem fino.

IMG_2023.JPG

Parece ser o mesmo, mas não é. Eles fizeram uma versão mais simples do mesmo vestido, poucas mudanças nele, inclusive no quesito “vou explodir já”. Mas para quem gosta de algo mais ajustado, vale a pena comprar, a malha é bem encorpada. Já o bicolor, o queridinho da coleção, não rolou por causa do tamanho também, apertou nos seios. Outro detalhe não muito favorável, era de poliéster.

IMG_2025.JPG

Pronto, as duas peças que eu trouxe pra casa. Antes que vocês achem que eu enriquei, aviso que usei um vale-troca e só paguei a mais vinte e três reais. Viu, mainha? A blusa estampada é muito fofa, mas cara… Mas fofa… Fiquei confusa. Acabei trazendo. Custou cento e vinte e nove reais. Já a jaqueta foi paixão logo de cara e, para mim, a melhor peça da coleção. O tecido externo é viscose e do forro também, só nas mangas rola poliéster. Outra peça com o mesmo material é o blazer, mas ficou apertado nos braços. As calças mais curtas eram lindas e na minha amiga vestiram super bem – assim como o macacão preto de manga, que pede um complemento de renda no decote para não ficar assanhado demais.

IMG_2014-1.JPG

A peça mais polêmica e ridícula da coleção. Ela, a camiseta, a blusa e ainda tinha o short, minha gente. Fiquei tipo “CHO-CA-DA”. Eu comprei lamê melhor na antiga Lojas Brasileiras – que fechou, deixando-me desabastecida para o Carnaval e uma eterna saudade. Enfim…

Vocês foram ver? O que acharam?

Página 1 de 20112345...Última »