Eu não sou modelo! - por Dani Oliveira

Look Meu

Coisas nessa vida que eu não tenho medo: roupas. De nenhuma delas, na verdade eu tenho medo daquelas shorts e saias que mais parecem um cinto do que uma roupa. Acredito apenas que eu seja capaz de avaliar antes mesmo de provar se são ou não beira c. De resto, uso todo que me der vontade. Em TODOS os manuais de como se vestir bem, as listras horizontais ganham em disparado na categoria “evite”. Eu chuto o pau da barraca e uso, simplesmente porque é a estampa que mais amo nessa vida.

Talvez o que mais me incomode nesse look seja a camisa preta porque eu tenho uma relação meio de amor e ódio com ela, a cor. Mas eu tenho que parar de querer misturar tudo e às vezes usar algo liso. Depois também pensei noutro sapato esquecido em meu guarda-roupa que provavelmente ficaria melhor, mas… Enfim. Hoje tem look no blog!!

Créditos | Blusa EMME | Saia Renner | Colar Espanha | Pulseiras Renner | Bolsa Arezzo | Tênis Dafiti.

 

IMG_9222

IMG_9207

IMG_9212

IMG_9229

IMG_9241

Look Meu

Algumas meninas me perguntaram como eu tinha conseguido usar a blusa de jeans (no último look) no calor que anda fazendo. Eu mesma me questionei, minutos antes de colocá-la, se aguentaria passar pelo menos dez minutos com ela. Sabe-se lá como, a blusa não me incomodou nem um pouco. O jeans que eu escolho sempre é do mais fino e por ser algodão, a temperatura não fica elevada. Além do mais, no Recife a temperatura não varia tanto, ficando sempre nos 30 graus e com uma brisa eterna vindo do mar. Em alguns momentos do dia a temperatura incomoda, mas aí eu corro para qualquer lugar que tenha ar condicionado.

Mas voltando ao look de hoje… Ele não tem nada de especial e, mesmo assim, talvez tenha ficado moderninho por causa do tênis. A parte engraçada foi escolher um colar que não faz a menor diferença na roupa. Eu percebi isso na hora, mas a preguiça foi tanta que nem pensei em mudar. Para quem quer comprar uma saia jeans assim, essa é a época – pelo menos na C&A. Por causa do Carnaval, sempre encontro delas, todas as lavagens e modelagens. Enjoy it!

Créditos | Blusa Zara | Saia C&A | Colar JCrew | Bolsa Arezzo | Tênis Adidas.

IMG_9153

IMG_9144

IMG_9162

IMG_9165

IMG_9169

Uma amiga se virou para mim e perguntou: “Você agora só usa esse tipo de saia, não é?”. Prontamente (e com toda certeza)  respondi que sim. O lance sobre esses saias é o frescor que ela me dão. Vocês sabem como eu gosto de ter pano roçando nas minhas pernas, a diferença é que dessa vez  a saia é ainda mais leve do que as longas. Há também a total ausência de criatividade da  minha parte ao mandar quatros tecidos para a costureira e fazer tudo igual. O que importa é eu estar amando e que o comprimento pode ser mudado depois.

A maneira que eu tenho mais gostado de usar é com rasteira, como foi no caso de hoje. Eu sei que achata de todas as formas possíveis, mas se não nasci com 1,80m, não há solução sem sofrimento, e sofrimento é o que eu não quero nesse verão. A única coisa que eu não curti muito foi a blusa jeans. Na verdade, eu cismo muito com blusas de botão, sempre acho que fica um tecido desnecessário, mas a proposta é bem legal, né não? Bem, meninas, espero que gostem do retorno dos looks ao blog.

Créditos | Blusa jeans Renner | Saia costureira | Bolsa Zara | Pulseiras Renner | Sandália Renner.

IMG_9102

IMG_9103

IMG_9115

IMG_9119

IMG_9111

IMG_9122

Traduz Aí

Primeiro, achei esse nome super ridículo. Segundo, achei essa tendência mais ridícula ainda. Adoraram meu resumo? Vrá! Na verdade, Normacore vem de “Normal Hardcore” , ou seja, ser super normal.  Canseira desses termos, juro! Na verdade a proposta do momento é ser menos frufru e mais conforto. Para que usar salto alto se você vai andar durante o dia todo? Para que usar roupa justa se você vai precisar de conforto para enfrentar o dia? Para que se arrumar como se fosse para uma festa às sete da manhã? A vida pede agilidade, conforto e ser fashion, segundo a cartilha “normcore”, é valorizar isso acima de tudo.

Achei interessante ler de uma jornalista de moda o quanto ela se sentiu ridícula por estar montada demais numa semana de moda (corre-se mais do que maratona), na metade do dia os pés já doíam e foi quando ela constatou que as pessoas estavam tendo mais juízo na hora de se vestir. Por sinal, eu li vários artigos sobre o assunto e cada um que desse uma versão dos fatos mais esdrúxula que outro. No meu entendimento, Normcore é se vestir de acordo com o seu dia a dia, respeitando códigos de vestimenta e aliando sempre conforto. É mais um movimento para simplificarmos a vida do que uma modinha.

O tênis é o símbolo máximo desse movimento. Nos países com sistema de metrô como principal meio de transporte, eles reinam absolutos e, por isso mesmo, eles deixaram de ser escondidos na bolsa após o uso inicial. As cores são mais neutras para ninguém perder tempo tentando combinar as peças. Os tecidos são mais naturais e os cortes mais soltos. No Brasil, eu tenho uma “ídola” desse movimento e tenho me inspirado muito nela toda vez quando quero montar um look, estou falando da consultora de estilo Bia Paes de Barros (@biapaesdebarros) Algumas de vocês irão reconhece-la do Vamos Combinar do canal GNT e desde que a vi no SPFW, o estilo dela me encantou.

Bia

Bia1

Bia2

Agora, antes que você saia de pijama por aí, o movimento não é sair de casa carregando o lençol, é ter cuidado com a aparência de forma despretensiosa. Nada de cara lavada ou roupas sem “liga”.

 

Página 1 de 20312345...Última »