Eu não sou modelo! - por Dani Oliveira

Sem categoria

Eu juro que queria ter fotografado melhor. Deveria ser um retorno triunfal ao blog. Mas não, as fotos são de celular, tortas e quase sem foco. Vocês têm que perdoar, já que era Dia das Crianças, foi meu sobrinho que serviu de fotógrafo e de pentelhação para que eu não fizesse o registro de forma decente. Com eles, tudo é uma urgência.

Essa saia eu já vesti por aqui, só que desta vez deixei as coisas mais relax. Estava usando rasteira, a bolsa não carregava muita coisa e deixei apenas para as pulseiras o toque de acessórios. Espero voltar logo à rotina do blog, já está demais, né?

Créditos | Blusa Zara L | Saia Renner G | Bolsa de Sevilla | Pulseiras Renner | Cinto Básica Branca | Sandália C&A.

IMG_1169-0.JPG

IMG_1167-0.JPG

IMG_1171.JPG

A pessoa só sendo muito cara de pau para inventar de fazer vídeo tendo várias amigas jornalistas (que são ou foram de Tv) e uma excelente editora de vídeo como leitora ( e amiga!).  Dou minha cara a tapa mesmo. Mas era algo que eu queria fazer há algum tempo e sempre deixava para depois. Com a viagem, achei que ficaria bem legal mostrar em vídeo como foram as compras na terra do Tio Sam. Eu ainda quis fazer mais diferente e na primeira parte dou dicas de como você deve se preparar para não trazer o mundo de lá. Espero, quase implorando, que você possa perdoar meus erros e que eu ganhe um belo de um desconto por ser o primeiro. Divirta-se!

Se gostar, se inscreve no canal do YouTube, tá?
Imagem de Amostra do You Tube

ERRATA – No vídeo eu falo CVC, mas é CVS. Eu tenho mania de associar o nome a alguma coisa, no caso foi à agência de viagem. OPS!!!

Lojas mencionadas | Sephora | Duane Reade e CVS (Farmácias)

Sephora

=> Houglass Primer – US$52,00

=> Benifit Agent Zero Shine  (pó) – US$ 30,00

=> Pro Bronzer #48 Sephora (pincel) – US$ 36,00

=> Pro Gel Line #26 Sephora (pincel) -US$ 17,00

=> Blotting Papers Sephora (removedor de oleosidade) – US$10,00

=> Make Up Forever Mat Velvet (base) – US$ 24,00

CVS ( Farmácia)

=> Maybelline Great Lash (rímel) – US$ 5,99

=> Maybelline Eye Liner (delineador em gel) – US$ 11,99

=> Kiss Feath Shy (cílios) – US$ 5,79

=> Kiss Feath Sultry (cílios) – US$ 5,79

Espero que você ainda tolere esse tipo de post, são tantos lugares incríveis para mostrar que não cabe num post só. Acho, também, que desta forma fica mais fácil para você visualizar e selecionar o que interessa. Os lugares de hoje foram bem antagônicos para mim. O primeiro me trouxe uma tristeza absoluta, o segundo uma paz e conexão com as coisas bonitas da vida. Acho que todo mundo deve visitar o memorial das Torres Gêmeas. Acho que devemos nos deparar com a estupidez dos seres humanos. Do quanto podemos querer impor nossas ideias mesmo que para isso sangue seja derramado. A desumanidade está presente nesse quarteirão de forma quase tangível. É impossível não ter a sensação de luto, impossível não ter vontade de chorar. Ao entrarmos no quarteirão do World Trade Center há uma placa que informa que ali é um espaço para lembrar e honrar os mortos, então, respeito.

No lugar das torres foram construídas duas fontes gigantescas com o fundo infinito – água joga para baixo, como se fosse para dentro da terra. Nas bordas estão escritos os nomes de todos que morreram ali. Ao contrário do que muita gente pensa, nada será construído nos lugares das torres. Os prédios que estão sendo construídos ficam ao redor do quarteirão e substituem os outros prédios que caíram também naquele dia. Eu simplesmente me recusei a tirar foto junto das fontes. Para mim são lápides, e eu não tiro foto junto de lápides. Do monumento eu aceitei tirar (mainha insistiu muito), mas foi só.

IMG_0478

IMG_0473

De Downtown mesmo você pode seguir para o Brooklyn. Você pode ir de metrô ou fazer algo que eu achei ainda mais prazeroso, pegar um water taxi . Descendo pela Wall Street indo em direção ao rio, vocês encontram a parada dos barcos taxis e por U$4,00 podem fazer a travessia. O sentido é uptown e só é uma parada, atravessou, desceu. Você desce no parque Brooklyn Highs e tem a vista mais incrível de Nova York e da ponte. O parque é mais comprido do que largo e dá para ir até o final e voltar. De lá se vê a Estátua da Liberdade em miniatura. Tire fotos, tome uma limonada, sente nos bancos ou coma um hambúrguer no Shake and Shack. Há também outros restaurantes e você pode almoçar pela redondeza.

IMG_0581

Eu não subi para caminhar pela ponte porque meu pai não aguenta andar muito, então ao invés disso, pagamos mais um ticket de barco e subimos o rio até Long Island no Queens.  Queríamos passear pelo rio e tivemos uma grata surpresa ao descer nessa parada. Há outra área de convivência e uma lanchonete que serve hambugueres e saladas, além de bebidas. Há diversas mesas e você pode escolher uma delas e observar o Empire State Building.

IMG_0605

IMG_0623

IMG_0610

Eu acho imperdível ficar até o anoitecer e ver a cidade toda iluminada. Basta escolher uma das duas paradas. Como eu achei Downtwon mais tranquila, ficaria até o anoitecer e atravessaria novamente para lá. Esses bairros passaram por uma restruturação e hoje são habitados pela classe média, são super tranquilos. Não confunda Brooklyn com Bronx, este sim barra pesada, o condado fica láaaaa em cima, numa outra ilha. Fiquei tão apaixonada por essa área que moraria sem dúvida por lá, nem faria tanta questão de morar na ilha. Juro!

Dicas rápidas:

- Melhor vista da cidade é do Top Off The Rock. Melhor porque você efetivamente consegue ver algo. No Empire as filas são gigantescas e você quase não consegue espaço. Para o Top Of The Rock você pode comprar seu ticket pela internet e escolher o horário da visita. O melhor é no entardecer. Você pode ficar para ver as luzes da cidade.

- O Central Park durante a semana é espaço para turista ver. Não vi muitos locais por lá, mas se você gosta disso, prefira no fim de semana. Eu achei o parque sujo e um pouco descuidado. Contrate uma bicicleta com guia ou alugue uma charrete ou conduza a sua própria bicicleta. Nas entradas do parque tem esses serviços e você contrata na hora. Para alugar a sua bicicleta use o mesmo sistema que usamos aqui com as do Itaú.

- Os shows da Broadway são realmente incríveis. Fui para o Rei Leão, e apesar de não ter gostado da parte coreográfica, o show é de cair o queixo com os efeitos e trocas de cenários. Outro show que é super comentado por lá é o da Cinderela. Amigos meus foram e simplesmente amaram. Você pode comprar seus ingressos diretamente no site da Ticket Master ou arriscar e comprar nas bilheterias que ficam na Times Square. Rola sempre descontos de última hora, principalmente para as matinês, mas como estava indo com meus pais, achei melhor ir com tudo marcado e comprado.

- Eu não fui ver a Estátua da Liberdade. Fui até o local onde os barcos saem, mas não senti tesão. Dei tchau para ela da margem mesmo. Acho que os tickets também são vendidos pela internet e tudo que você puder comprar assim, facilitará sua vida.

O que faltou para mim : os museus e os bairros (Tribeca, Soho e West Village). Bons motivos para voltar, não é?

Vamos continuar o passeio? Nova York sempre nos espera para uma boa caminhada, um almoço gostoso, uma compra despretensiosa em um mercado super charmoso. Nova York pulsa rápido demais ou simplesmente lento, quem escolhe é o freguês. Uma dessas caminhadas foi pelo High Line. A cidade achou que trens em um elevado seria perigoso demais e decidiram desativar a linha férrea que passava por lá. Usando um pouco a cabeça, ao invés de demolir, eles chamaram vários paisagistas e artistas plásticos e fizeram da linha um jardim elevado com praticamente 20 quadras de extensão (linear). Há vários cantinhos privados, prédios com arquitetura mais arrojada e dezenas de galerias que você pode ver do elevado. Começando pela 29st indo até a 14st, você chega no Meatpacking District no Chelsea – fãs da série Sex And The City vão se lembrar  que foi onde Samantha Jones alugou seu último ap.

IMG_0396

IMG_0441

O bairro era antigamente um lugar para venda de carne, daí o nome. Aí, os ricos modernosos descobriram o bairro e começou a exploração imobiliária. Hoje o bairro é para os ricos, com lojas grifadas instaladas nos antigos galpões. Eu aproveitei e comprei meus tênis da Asics na loja da marca – sempre no fim da loja tem promoções do tipo compre dois e o segundo sai com 50% de desconto. No Standard Hotel no fim do High Line, você além de encontrar um lugar super lindo e bem frequentado (gente jovem, bonita, elegante e sincera), você pode pedir um dos melhores hambúrgueres que já comi na vida. A batata frita é para morrer de tão gostosa. Mas o prato é grande, é melhor você pedir um para dois e se a fome persistir, peça uma das panquecas com geléia como sobremesa.

IMG_0416

Ao sair do restaurante, vá para o Chelsea Market. Eu já falei que sou apaixonada por mercados? O Chelsea Market está naquela categoria do reaproveitamento de espaço que falei no post anterior. Antigamente funcionava a fábrica dos biscoitos Oreo, da Nabisco, e mantendo as características do prédio, eles dividiram o espaço em vários restaurantes, mercadinhos e lojas. As lojas de lá são de moda mais alternativa, novos designes. O lugar é maravilhoso e efervescente. Tome um café com biscoitos na Sarabeth’s. Cheiro de padaria no ar.

IMG_0440

IMG_0443

Segunda entra o último post da série “Tem que ir”. Depois disso… Comprassss!!!

 

Página 2 de 19712345...Última »